Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Bárbara Heck: originalidade e conteúdo que vai além de toda a sua beleza, estampando a capa da Hooks


Fotos: Trumpas - @trumpas_

Stylists: GS Fashion Stylists - @gsfashionstylists

Design: Matheus Ganchu - @wqewqweweq


Bárbara Heck é canceriana, tem 29 anos, e é gaúcha, natural de Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul. Sucesso na carreira de modelo, teve uma grande visualização após a sua participação no programa BBB22 da Rede Globo. Em entrevista exclusiva para Hooks Magazine Internacional, ela conta como lidou e ainda lida com as adversidades de seus trabalhos como modelo e influencer desde que iniciou sua carreira, além de expor sua opinião sobre assuntos atuais e que envolvem a sua vida.


Blazer @skazi/ @popcomm_/ Colar @uau.design

Com formação em Relações Públicas e atuante no mercado de trabalho como modelo desde que era criança, conseguimos saber mais sobre a musa da nossa edição através de uma entrevista exclusiva. Confira!


1 - Antes mesmo da sua participação no BBB22, você já havia iniciado sua carreira como modelo e também como influencer, como foi esse início e o que te levou a trabalhar nesse meio?


Eu trabalhava no jornal da minha cidade e comecei a me dar conta que o máximo que eu poderia crescer naquela empresa não me levaria aonde eu queria chegar (financeiramente falando). Então comecei a pensar em diferentes formas de renda que eu poderia ter a principio. Já havia trabalhado como modelo desde os 7 anos, mas parei com 12 porque a pressão era absurda para uma criança daquela idade. Como sempre me chamaram para voltar e eu sempre negava, pensei que agora (aos 22 anos) talvez fosse a hora de voltar, mas a ideia é que fosse apenas um extra, e não meu trabalho principal. As coisas acabaram acontecendo, entrei na agência Mega de Porto Alegre e em seguida me chamaram para a Mega SP. Assim que os trabalhos foram surgindo, fui pegando tudo e aos poucos crescendo nesse mercado. Meu instagram foi crescendo também e de quebra eu fazia alguns trabalhos de influencer, mas não era minha função principal. O que eu mais trabalhei sempre foi como modelo mesmo.

Blusa @charthoficial

2 - Como é a sua ligação com a moda? Pretende continuar trabalhando como modelo?


Um dos meus objetivos ao entrar no BBB era justamente deixar a vida de modelo e investir em algo próprio que faça sentido pra mim. Queria que conhecessem a Bárbara, e não mais apenas a Bárbara modelo.

3 - Na sua trajetória como influencer, quais acredita serem os maiores desafios atuais e quais são os assuntos que você mais preza na hora de “influenciar”? O que você mais gosta de mostrar para os seus seguidores?


Gosto de mostrar a verdade, me nego a vender algo que não acredito ou não conheço. Prezo pela credibilidade e responsabilidade na hora de influenciar.
Já me decepcionei com uma marca que trabalhei e por isso procuro prestar cada vez mais atenção nisso. Existem pessoas atrás das telas que confiam na gente.

Blazer @skazi / Sapato @santa_lolla

4 - Quais foram as principais mudanças na sua vida desde a sua participação no reality show do Big Brother Brasil e qual é seu foco agora? O que você ainda almeja conquistar?


Acredito que a principal mudança tenha sido esse início de “transição de carreira”. Meu foco principal é construir algo meu, que tenha a ver com o que vivo, acredito e estudo. E estar de certa forma mais próxima do público que me acompanha.

Blusa @charthoficial / @popcomm_/ Shorts @officialopen / Bota @santa_lolla

5- Ainda falando um pouco mais sobre a internet, temos visto ultimamente como o pré julgamento e o julgamento excessivo e estereotipado vem aparecendo cada vez mais. Como você costuma lidar com essa questão?


Sempre fui julgada. Não esperava que deixaria de ser entrando no maior reality do Brasil. Quando eu estava na faculdade diziam que eu era “bonitinha demais” pra saber formular uma frase, depois quando fui pra São Paulo trabalhar como modelo, diziam que eu tinha virado puta enquanto eu estava lá passando perrengue. Quando comecei a ganhar dinheiro, era porque provavelmente “alguém estava me bancando”. Essas coisas jamais chegaram perto de acontecer e tudo que construí e conquistei foi do zero e sozinha, mas minha inteligência e capacidade sempre foram e sempre serão colocadas a prova.
Acho que a principal forma de lidar com julgamentos é trabalhando incansavelmente nosso autoconhecimento. Quando a gente tem certeza de quem é, não corre o risco de cair nos papéis que tentam nos colocar. A gente entende que o julgamento é, na verdade, uma confissão.

6 - Você tem preferência por opinar ou não sobre assuntos que tratam do rumo do nosso país? Esse ano nós teremos as eleições, qual você crê ser o melhor caminho para que existam mudanças positivas no Brasil?


O melhor caminho para que existam mudanças positivas em qualquer contexto sempre começa por nós mesmos. Fazendo a nossa parte. Assumindo a responsabilidade.
Se jogar o voto fora já é ruim no BBB, imagina aqui fora?!

Blazer @skazi / Colar @uau.design

7 - De onde vêm suas maiores inspirações? Tem alguma figura pública que te influência no dia-a-dia?


Muitas pessoas me inspiram, mas elas estão mais presentes no meu dia-a-dia, não são públicas. Admiro muitos famosos, mas preciso conhecer eles a fundo para conseguir dizer que me inspiro. Acho que é muito difícil me influenciar “kkkk”.

Blusa @charthoficial / Shorts @officialopen / Bota @santa_lolla

Blusa @charthoficial


8 - E por fim, uma frase que você goste muito e que te define?

É uma frase simples que parece inofensiva, mas vale para absolutamente tudo na vida: “TUDO PASSA”, porque a única certeza da vida é a impermanência e a única coisa que temos é o agora.

Blazer @skazi / Sapato: @santa_lolla













ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks