Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Bella Valenttina: a sorrisense que venceu o Miss T World na Itália.


Créditos:

Estilista : @brendaponde

Makeup: @mr.mommo

Hair: @thysroriz

Foto: @victor.galvaoph

Preparador: @franklinnegrinoficial

Fashion Style: @m.a.f_oficial

Jurídico: @daniiveyga

Design: @directorhooks



Bella Valenttina é uma modelo trans de 28 anos natural de Sorriso-MT onde cresceu e se profissionalizou. Atualmente se encontra na cidade de Milão desde 2013 atuando na profissão, mas seu coração sempre estará divido entre o Brasil e Itália.


E foi na cidade de Brescia- Itália onde fora realizado no dia 24 de setembro o concurso Miss T World. E que a Bella teve a honra e oportunidade de nos representar conquistando o título de Miss T World 2020, e de quebra levou o título de Melhor vestido de noite e miss elegância.

Essa edição foi muito especial pois na noite foram eleitas 3 misses em decorrência da pandemia que o concurso esteve parado.

@missvictoriafernandes ,@dr.Valunpath e Bella



Victoria Fernandes(@iamVictoriaFernandes) natural de Patos de Minas(MG) sendo eleita Miss T World 2021. Além das duas brasileiras, também foi escolhida como umas das rainhas da noite , a médica Tailandesa Valunpath Loysanun (@dr.valupath) MISS T WORLD 2022



O concurso nasceu no ano de 2017 com o objetivo de, enaltecer o coletivo trans, viabilizando e dando oportunidades para uma vida com mais dignidade . E com enfrentamento à sociedade, dando voz e tirando esse estigma de coisas negativas da classe e de união da comunidade LGBTQIAPN+.


O concurso agrega na economia e na geração de empregos para os profissionais das áreas como cabeleireiros, maquiadores, fotógrafos, estilistas e além de enaltecer a beleza de mulheres transexuais e travestis que no total foram 17 candidatas, de 4 continentes África, Europa América e Ásia. Escolhe assim o seleto time da realeza MISS T WORLD.



Bella Valenttina nossa Miss sempre admirou o mundo das misses e no fundo ela já sabia há que veio ao mundo! Sua beleza e elegância conquistaram os jurados dando à ela então o sonhado título, que muito mais é que um concurso de beleza, mas carrega consigo a poderosa mensagem e representatividade por um mundo melhor e mais igualitário!


Tivemos a honra de conhecer melhor essa beldade, que esbanja beleza, simpatia e elegância! Vem conosco:



1- Como sua história com concursos de beleza começou? Houve alguma inspiração em especial, ou é algo que você sempre sonhou?


Desde pequena sempre admirei o mundo das misses venho de uma cidade do interior do Mato Grosso chamada SORRISO, e me deslumbrava assistir os concursos na televisão, ficava ansiosa com cada etapa e principalmente com a coroação, em um desses concursos eu torci muito para Nathalia Guimaraes, e foi a partir da figura dela que sempre me inspirei, estar no mundo miss sempre foi meu sonho e assim como Nathalia Guimarães ne inspirou, quero inspirar outras meninas trans assim como eu . E dizer que você é capaz de realizar seus sonhos.


2-E como se sentiu ao ser coroada Miss T World 2020?


Quando entrei na passarela para buscar o título de Miss T Word, eu sempre tive o objetivo de curtir cada momento daquele certame, cada ensaio, cada roda de conversa com minhas parceiras de concurso, as entradas na passarela, mas a coroação meu trouxe um sentimento único de gratidão. Me lembro daquela noite e me arrepio por completo só de me lembrar da sensação de nervosismo se transformando em alivio e gratidão, naquele instante eu descobri o gosto da vitória e colhi os frutos da perseverança.

3-Qual foi o ponto forte de seu desfile? E quais fatores você acha que foram fundamentais para também conquistar o título de melhor vestido de noite e Miss Elegância?


Preciso dizer que a beleza estética não é o principal mas é um quesito fundamental que conta muito assim como inteligência , além do seu carisma na passarela, a leveza no desfile, o jeito humano de tratar as pessoas, mas o crucial foi carregar a joia que era o vestido, não basta coloca-lo no corpo, mas é preciso saber carregá-lo no corpo, uma peça tão linda e delicada precisa ser carregada com graciosidade e garbo, esse conjunto culminou com a minha vitória e com a escolha do vestido como o melhor da noite e o título de Miss Elegância.

4-Você trás consigo um grande poder de empoeiramento e representatividade servindo de inspiração para diversas jovens da comunidade Trans, como você se sente?


Me sinto muito grata em ser inspiração para futuras gerações assim como as pioneiras foram para mim , gostaria muito de não só ser inspiração, mas de poder ajuda-las, trabalhar com campanhas sociais, fomentar cursos de qualificação para elas, de fato fazer a diferença na realidade delas, mostrar um mundo de capacidade e oportunidades.

5- Como nasceu o concurso e como você decidiu fazer parte?


O concurso Miss T World nasceu em 2017 como forma de festejar a vida das mulheres trans de todos os lugares , de todas as raças e cores. O Miss T World é um concurso de beleza nos moldes mais tradicionais que busca celebrar a vida através deste evento que serve de plataforma para a divulgação de diversos artistas da comunidade LGBTQIA+ como por exemplo estilistas , costureiras, maquiadores, cabeleireiros , coreógrafos , artistas e muitos profissionais em diversos segmentos. É uma verdadeira celebração da arte e da beleza.

Staff

Diego Morales - diretor geral

Brenda d’ponde - cenógrafa e diretora artística

Victor Galvão - diretor visual

Amanda marques - diretora de elenco

6-Como tem sido sua experiência com Milão? Considerando que é considerada um dos berços da moda? O que te levou a deixar o Brasil e mudar-se para Itália?


Eu amo Milão, sempre via em filmes e novelas e sempre desejei morar , sou apaixonada por moda, conceitos e tudo que Milão oferece, morar aqui é apaixonante. Sempre quis aprende algo novo e diferente e Milão e a Itália me proporcionaram isso seja trabalho de modelo ou cursos de Makeup amo tudo que envolve conceito BEAUTY , por esse motivo hoje resido entre Milão e Sorriso no Matogrosso minha cidade natal

7-E por último, mas não menos importante: qual é a sua voz? O que você gostaria de gritar para o mundo se tivesse oportunidade?


Meu grito é o grito das que não podem mais falar, é o grito parado na garganta de famílias que tem a voz embargada pelo choro, um gripo das que são marginalizadas e violentadas por serem quem são: PAREM DE NOS MATAR.


ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks