Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

  • BM

Cônsul das Ilhas Marshall Paula Furfaro, visita Hub Green Sampa na semana de economia circular

Nos dias 4 e 5 de maio, a Secretaria Municipal de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo promoveu a 1ª semana de Economia Circular da América Latina com o objetivo de debater questões acerca da sustentabilidade urbana. Com foco no combate às mudanças climáticas e promoção de um desenvolvimento sustentável para a capital, o Hub Green Sampa sediou a iniciativa e recebeu importantes nomes como a secretária municipal de RI, Marta Suplicy, o secretário-adjunto do Verde e Meio Ambiente, Carlos Vasconcellos e a Diretora para América Latina da Fundação Ellen MacArthur, Luísa Santiago.

Foto/divulgação (Secretária Municipal Marta Suplicy e Cônsul Paula Furfaro)
Em defesa da Economia Circular, que fomenta a associação do desenvolvimento econômico a um melhor uso de recursos naturais, em nota divulgada pela Prefeitura de São Paulo, a facilitadora e secretária municipal Marta Suplicy falou sobre o comprometimento em transformar São Paulo na capital da sustentabilidade urbana do Brasil. “Economia circular combina com o século XXI, não só por combater mudanças climáticas e promover um desenvolvimento sustentável reimaginado, ela é também uma ferramenta inovadora e transformadora da nossa realidade - promovendo justiça social e melhorando as cidades em que vivemos”, disse Suplicy.

Foto/divulgação (Vereador Xexéu Tripoli e Cônsul Paula Furfaro)
Além de outras figuras apoiadoras da causa sustentável no país, o evento contou também com a presença de mais de 40 representações consulares de 22 países. Entre elas, a cônsul da República das Ilhas Marshall, Paula Furfaro. Assim como Suplicy, Paula também comentou sobre os efeitos das mudanças climáticas e como o problema afeta o país auxiliado por ela. Segundo Furfaro, iniciativas ambientais tomadas em qualquer lugar do planeta refletem diretamente nos países-ilhas, os chamados insulares, já que o aquecimento global tem provocado o aumento do nível do mar e, consequentemente, a inundação de territórios como o das Ilhas Marshall.

Foto/divulgação (Cônsul Paula Furfaro e Secretário Adjunto Carlos Vasconselos)
“No caso da Economia Circular eficiente, nós não nos preocupamos somente com o descarte correto, mas, sim, em como não produzir lixos e resíduos, principalmente, porque nas Ilhas não é possível fazer escavações para a criação de aterros sanitários. Por vezes, sem o local correto de descarte, a população acaba descartando no mar. Por isso, esse tipo de economia precisa não apenas ser comentado e apoiado, mas também precisa se tornar Lei, precisa ser parte de acordos internacionais para evitar problemas ainda maiores no futuro global”, defendeu.

Foto/divulgação (Luisa Santiago e Cônsul Paula Furfaro)

Cônsul Paula Furfaro visita Santos (SP)

Formada em Administração Pública e Pedagogia, em março, a cônsul também visitou a cidade de Santos (SP) para estreitar relações acerca do setor portuário, já que o Brasil passou a exportar petróleo para as Ilhas Marshall em 2018 e obteve um crescimento de 69% em 2019. Segundo nota da Prefeitura de Santos, atualmente, mais de dez navios da República das Ilhas Marshall atracam no Porto de Santos semanalmente.

Além da exportação de petróleo, na visita, Paulo Furfaro também debateu questões sobre educação e revelou o desejo de criar um intercâmbio para que professores da rede municipal de Santos possam ensinar português para alunos da ilha que queiram estudar no Brasil.

ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks