Leonardo Martins - Influencer em ascensão

Leonardo é um influenciador digital de Santa Catarina, conta com mais de 36 mil seguidores e parcerias com marcas de sucesso. Pedimos para ele nos contar de onde veio essa fonte de criatividade e como tudo começou, você acompanha aqui. Fotógrafo Thiago Hunger

@thiagohunger @tgomag



Para contar minha história, é necessário dividi-la em duas partes. Minha primeira grande escolha foi aos 12 anos de idade: me assumi para a minha família - o que fez com que eu tivesse que provar o meu valor a cada dia. Aos 19 fui estuprado, tudo o que me representava esmaeceu e deu lugar a um novo Leonardo, mais maduro, crítico, engajado, e numa desconstrução constante. O espaço que conquisto tento usar para defender meus ideais, e o Instagram tem um papel muito importante nisso. Na mesma época em que me assumi a rede social estava em ascensão, usava-a como um diário: lá eu poderia ser quem quisesse, livre para me expressar. Quando olho para o passado vejo minha evolução como ser humano, vejo que se trata de algo maior do que influenciar pessoas a consumirem produtos, quero passar a mensagem de que essas pessoas podem ser livres, se amar, expor suas ideias, respeitar as diferenças, serem gratos por simplesmente serem quem são. Não é só expor minha paixão por moda, dar dicas, o que me move é ser útil de alguma forma ao meio em que vivo.



A vida de um homem gay, que não estava dentro dos padrões impostos pela sociedade é marcada por diversos episódios nebulosos e traumáticos. Hoje faço terapia, o que é fundamental para mim, e necessário a qualquer pessoa, mas diversas frases ainda me marcam: já ouvi do meu próprio pai que eu o matei por dentro e destruí seus sonhos. Pessoas em que depositei minha confiança a traíram, na minha adolescência, período que por si só já suficientemente conturbado, ouvi de um ex namorado que eu jamais seria como o garoto com o qual flagrei ele me traindo. Não exponho esse tipo de coisa esperando piedade das pessoas, mas desejo mostrar aos meus seguidores que por mais caótico que tudo isso seja e por mais cruéis que as pessoas possam ser ainda há como lutar contra as circunstâncias para ser quem você é. Tentar mostrar essa imagem de força, de felicidade, na internet inspira muita gente, mas também pode despertar o pior das pessoas, e é claro que me sinto vulnerável às críticas muitas vezes.