Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Mushroom Handbags e inovações em sustentabilidade para substituir o couro.

Conheça as novidades que chegam ao mercado através de grandes marcas, com produtos feitos com materiais à base de cogumelos.


O mycelium leather (couro de micélio) é um tipo de micélio vegetativo, e é um material constituído por um conjunto de filamentos vindos das raízes de cogumelos. Esse material funciona como uma matéria prima sustentável, sendo vantajoso para redução de danos ao meio ambiente, redução do desmatamento e positivo para a saúde humana.


O couro animal, de que tanto ouvimos falar, é conhecido como o precursor do tipo de vestimenta mais antiga do mundo, mas a sua fabricação e os processos utilizados para que se obtenha o produto final são nocivos, poluem o meio ambiente, podem causar danos aos trabalhadores envolvidos (pelos compostos químicos utilizados), além de provocar o sofrimento de animais. Por isso se torna tão importante a busca por meios de substituição a esse material.


Grandes marcas de luxo como Stella McCartney, Hermès e Balenciaga estão lançando produtos como bolsas, sapatos e até casacos feitos com o couro de micélio, pretendendo testar os mesmos dentro do mercado de moda, para que possam chegar a virar desejo de consumo.


Houveram anos de desenvolvimento e experimentação para que a possibilidade de oferta desses produtos fosse concretizada, e assim como outros itens já oferecidos por essas marcas, estes também estão sendo vendidos por altos preços e de maneira exclusiva, às vezes com pedidos antecipados e em quantidades limitadas. Muito depende de como será o desempenho desses experimentos nas marcas de grande valor agregado para que o espaço desses produtos ganhe força, fazendo com que várias empresas comecem a trabalhar com a matéria prima do micélio em larga escala, tornando o preço mais acessível para as massas.


(Balenciaga cult 'Track' sneakers - Imagem: Divulgação/Internet)

Especialistas em sustentabilidade e tendências ecológicas afirmam que é de suma importância que esse material e outros inovadores sejam inseridos em grandes proporções para que ocorram menos estragos no futuro do ambiente em que vivemos e para que o consumo de moda se torne cada vez mais sinônimo de boas práticas ao invés de desperdício.


Se essas inovações amadurecerem ao mesmo passo que os consumidores têm investido em se conscientizar cada vez mais com impactos ambientais e sociais, esse mercado de materiais alternativos até 2026 poderá chegar a valer US$ 2,2 bilhões.


Evidenciando StellaMcCartney, que foi uma das primeiras a acreditar no poder do uso do micélio, e estreou a sua Mylo bag no desfile de primavera/verão 2022 na semana de moda de Paris, juntando-se ao consórcio de patrocinadores da Bolt Threads (que utilizam o material Mylo™) com outras marcas como Lululemon, Kering e Adidas, pode-se entender mais como funciona o couro de micélio aqui.


E aí? Acreditam que vai virar tendência?




ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks