top of page

Revolução na Passarela: Kim Jones Brilha na Dior Men


Photos promotion Dior - Getty Images


Um capítulo inesquecível foi escrito na história da moda quando Kim Jones, o brilhante diretor criativo da Dior Men, tomou o centro do palco para celebrar cinco anos de sua liderança revolucionária na marca. O palco para essa ocasião especial foi nada menos que a majestosa École Militaire, repleta de personalidades deslumbrantes que não queriam perder esse momento épico. A atriz Demie Moore, a icônica Gwendoline Christie, a modelo encantadora Chantelle Brown-Young e o renomado jogador de futebol japonês Ao Tanaka, do Fortuna Düsseldorf, foram apenas algumas das estrelas que se reuniram para testemunhar o desfile magnífico.



O público aguardava ansiosamente, enquanto os acordes da música enigmática invadiam o ambiente, criando uma atmosfera misteriosa. De repente, uma surpresa surpreendente: os modelos surgiram como figuras mitológicas emergindo do solo, como se viessem de outro mundo. Passos milimetricamente coordenados sobre placas quadradas alinhadas ao piso transportaram todos para um universo de encanto e admiração. Mais de 50 visuais inovadores desfilaram pela passarela, exibindo a visão vanguardista de Jones para a moda masculina no ano de 2024.



As roupas, verdadeiras obras de arte em movimento, cativaram os espectadores com suas formas arrojadas e tecidos luxuosos. Calças de alfaiataria exibindo a elegância moderna ultrapassavam os tornozelos, enquanto cortes impecáveis destacavam a precisão e o estilo único de Jones. Os suéteres, trench-coats e camisas de seda dançavam harmoniosamente, combinando-se com polos adornadas com apliques de pedraria, acrescentando um toque de sofisticação exuberante. As cores, predominantemente sóbrias em tons de cinza, bege e preto, ganharam vida com pinceladas vibrantes de neon e pink, uma homenagem aos nostálgicos anos 1980.



Os sapatos, uma extensão perfeita dos visuais ousados, variavam entre tênis poderosos, sandálias elegantes e mocassins estampados com padrões audaciosos. Mas o detalhe inesperado que roubou a cena foram as meias, voltando triunfantes em sua versão abaixo dos joelhos, conferindo uma pitada de irreverência e atitude aos looks. Os conjuntos monocromáticos, com shorts e camisas de manga curta, dividiram a atenção com peças marcadas pelo monograma reinventado da Dior, bem como gorros de lã ultra modernos que adicionaram um toque contemporâneo a cada visual.



Em suma, a apresentação arrebatadora de Kim Jones na Dior Men foi muito mais do que um simples desfile de moda. Foi uma revolução na passarela, um momento em que o passado e o futuro se fundiram em uma sinfonia de criatividade e ousadia. A nova era da elegância masculina foi oficialmente inaugurada, deixando um legado eterno para os amantes da moda.



Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page