VIRGIN RIVER: UM CONVITE AO RECOMEÇO

Para quem ama um bom drama e precisa de uma série para maratonar, irá se encantar com Virgin River.

A trama conta a história da enfermeira Mel Monroe ( Alexandra Breckenridge) que decide trocar a agitada vida de Los Angeles pela pacata cidadezinha no interior da Califórnia.

Em busca de um recomeço para sua vida ela se dá conta de que as coisas não serão como ela havia planejado.


Mel Monroe ( Alexandra Breckenridge). Foto: internet

ENTENDENDO O FENÔMENO

Em 6 de dezembro de 2019 estreava a primeira temporada da série. Confesso que comecei a assistir sem levar muita fé, pois o enredo já era conhecido e não havia nada de muito inventivo.

A trama que conta com 10 episódios é baseada na série de livros de Robyn Carr e nos convida à uma reflexão sobre novos começos e seus acontecimentos inesperados.


Poster da primeira temporada . Foto: internet

Com paisagens de tirar o fôlego, a série que foi filmada no Canadá nos faz entender que a vida em uma cidade pequena nem sempre é tão simples.

O que mais me chama a atenção na trama é a vulnerabilidade dos personagens e o quanto ela desfaz qualquer imagem de perfeição. Todos possuem pontos altos e baixos, vivem em um emaranhado de desafios e tentam superar suas diferenças e crenças limitantes.


Foto: internet

Na contramão da febre de produções que nos fazem fugir da realidade, Virgin River nos permite refletir sobre a vida, e misturando todos estes ingredientes ela cria personagens mais humanos, imperfeitos e que se aproximam do expectador.

Em muitos momentos a série nos trás uma sensação de aconchego e acolhimento, nos fazendo fantasiar a vida naquele lugar. O senso de coletividade que existe entre os moradores também é algo resgatado pela trama, já que hoje vivemos em um mundo cada vez mais individualista e sem empatia.


Foto: IMDb

Claro que nem tudo são flores, por ser uma comunidade pequena, a privacidade nem sempre é respeitada e faz com que diversos conflitos sejam criados.

Com todos estes elementos não são raras as vezes que você vai se emocionar. Além de sensível a série tem outro ponto alto: explora a sensualidade de maneira elegante e prova que não é necessário haver nudez para vender.


Foto: IMDb

Em Virgin River o ritmo de vida é apresentado de forma mais lenta, valorizando as relações interpessoais com maior qualidade e por não explorar o uso da tecnologia de maneira contínua , nos leva a um exercício que precisamos praticar cada vez mais : VALORIZAR AS PEQUENAS COISAS

Entenderam o motivo de ser a série mais assistida da plataforma atualmente?

A primeira, segunda e a recém chegada terceira temporada já estão disponíveis na Netflix.

A quarta temporada já foi anunciada, porém não há data para estreia.



Beijos e Abraços

Raphael Lindeker

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
KatGrahamSite.png