Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Camila Travaglini: Em ensaio de tirar o fôlego, e entrevista exclusiva para Hooks Magazine!


Créditos:

Retouch: @maaxcarvalho

Produção:

@betinho_rodrigues

Assessoria: @doisem1



Nascida e criada em Osasco, São Paulo, Camila iniciou sua carreira no mundo da moda desde muito jovem, com apenas 7 anos a musa já sabia o que queria e onde poderia chegar.

Ficou conhecida também por sua semelhança com a supermodelo, filantropa, ativista ambiental e empresária brasileira Gisele Bündchen, e tirou de letra tamanha responsabilidade, participou de campanhas publicitárias, saiu em diversas revistas e trabalhou com inúmeros profissionais da moda. E vamos combinar beleza e presença ela tem de sobra!


Apesar de ter iniciado nesse meio jovem, Camila conta que teve uma base bem estruturada familiar e que mesmo tendo apoio para seguir seus sonhos teve de estudar.


A Top já morou em países diversos como Miami, Singapura e Dubai, o que fortaleceu ainda mais seu intelecto a nível cultural, hoje além de modelo e influenciadora ela é atriz e empresária.

Em seu Instagram ela acumula 109 Mil seguidores e compartilha seus bastidores como atriz e Busines Woman, além de seu lifestyle sofesticado e amor por gatos.


Que a modelo Camila Travaglini tem um corpo de dar inveja, não é novidade, né?




Mas além disso ela se mostra muito além que beleza exterior , tem um coração de ouro, é defensora da causa animal, e empowerment women!



Tivemos a oportunidade de fazer algumas perguntas, vem conosco saber mais sobre como funciona esse mundo fashion.





1-Em que momento você percebeu que trabalhar com a área artística seria o início de um sonho? Você sempre soube que queria ser modelo? Conta pra nós sua história.


Na verdade eu sempre quis ser atriz. Desde muito pequena. Sempre pedia para meus pais. Aos 7 anos minha mãe me levou pela primeira vez em uma agência e fiz um material fotográfico. Meu pai não era muito a favor e também eles não tinham muito tempo pra dedicar em ficar me levando em agências e testes pois ambos trabalhavam fora. Então conforme fui crescendo fui fazendo uma coisa aqui e outra ali. Com uns 15 os trabalhos já começaram a ficar mais frequentes mas meus pais tinham que dar autorização pois eu não era emancipada. Com 17 anos já era muito frequente e eles já não se opunham mais e aí não parei nunca mais. Então acho que sim, rs. Sempre soube que trabalharia com algo ligado às artes. Sempre foi um desejo meu, e acho que isso é muito importante pois vejo muitas crianças em testes de VT(publicidade) que as vezes saem estão de uniforme da escolinha, estão chorando, querem ir embora e a mãe está forçando a criança a estar ali. Os testes são demorados, são “chatinhos”.


Não acho que uma criança tenha que ser obrigada a estar ali para satisfazer o desejo de um adulto. Meus pais sempre me fizeram estudar independente de tudo e sou muito grata por eles terem guiado meu sonho com sabedoria. Ter uma base familiar nessa carreira é sem sombra de dúvidas fundamental. Hoje em dia sigo modelando porém meus trabalhos são mais selecionados pela minha agência Ford Models. Porque meu foco total agora, aliás, há uns anos já (risos), é minha carreira de atriz.



Sou formada tenho meu DRT (registro profissional) mas sigo estudando porque sinto a necessidade de estar sempre conhecendo e aprendendo mais e mais sobre esse universo que é o que eu sonho desde criança, e na hora certa, quando chegar minha vez eu estarei preparada pra por em prática…ou melhor… em

Ação!


2-Quais as maiores dificuldades que você já enfrentou em sua carreia? E o que não te deixou desistir?

Hummm…. São muitas dificuldades. Não é tão simples quanto parece. As pessoas acham que por ser alta magra e bonita pronto o sucesso está garantido. Não é bem assim. Imagine que como eu existe outras 500 tentando o mesmo caminho. Creio que a maior dificuldade entre todas as outras que a gente enfrenta é manter nossa cabeça centrada sendo tão novas e tendo que agir e tomar decisões de mulheres maduras e experientes. Não é fácil. Por isso ter uma base familiar é fundamental, assim como uma boa agência que te oriente a tomar as melhores decisões e te trate com humanidade acima de tudo.

Por incrível que pareça eu nunca pensei em desistir.



Quando tracei minha meta eu sempre soube que independente do que acontecesse pelo caminho eu ia cumprir o que tracei. E ainda não cheguei aonde tracei. Então desistir não está nos planos.

3-Sabemos que existem muitas cobranças em relação a padrões cada vez mais inatingíveis, como você lida com essa pressão em seu meio de trabalho?

Hoje em dia essas cobranças não existem mais. Ou estão mais tênues. Eu por exemplo levei uma bronca esses dias por estar mto magra. Imagine quando eu pensei que ia acontecer isso? Já cansei de levar bronca quando mais nova por estar acima das medidas e etc. Hoje em dia o mercado está muito mais inclusivo e acho que aquela Estética perfeita, sem defeitos ficou um pouco pra trás. Acho que as pessoas cobram mais do que realmente a indústria tem cobrado. Claro que isso há anos atrás não era assim. Era muito difícil se manter no padrão, cansei de fazer dietas malucas, ficar sem comer, tive transtornos alimentares inclusive. Era um mercado muito rígido e se você não se enquadrasse tinham outras que se enquadravam e o azar era todo seu, então era “mata mata”. Mas hoje em dia graças a Deus o mercado está mudando cada dia mais. Afinal a moda é isso! Representatividade e não só Estética mas de gênero, raça e étnica. Tem espaço pra todo mundo!

4-Que conselho daria para aquela jovem que sonha em trabalhar como modelo, mas não faz a menor ideia de como começar?

Primeiro lugar, tenha realmente certeza que é isso que você quer. Ser modelo é uma profissão e exige de você muitas responsabilidades como postura, pontualidade, comprometimento etc. ninguém vai poder fazer nada por você se você não estiver comprometida com sua carreira. Esqueça a visão que as pessoas têm de que modelo é glamour, festas o tempo todo etc. aliás risque isso do seu caderninho. Segundo lugar procure uma agência seria que te oriente os próximos passos. Tem muito picareta no meio. NUNCA PAGUE PRA ENTRAR EM

NENHUMA AGÊNCIA, ISSO NÃO EXISTE! E terceiro e último. Alimente se bem, saco vazio não para em pé. Esqueça dietas malucas e ficar sem comer. Beba muita água, faça exercícios e seja mentalmente e fisicamente saudável! Escute sempre seu Booker! Ele sabe o que diz! O resto vem!!!


Obs.- a dona da minha agência Denise céspedes que foi uma top Model de sucesso junto com a Ford Models que é uma das pioneiras no fashion business, sentiram a necessidade de criar uma Masterclass para orientar e alertar a todos que sonham com a carreira de modelo. Pra esclarecer como realmente funciona para fazer parte agência de modelos sem iludir ou criar falsas expectativas. O único intuito é orientar e ajudar os novos modelos para que não sejam enganados.

5-E por último mas não menos importante, qual é a sua voz? O que você gostaria de dizer para o mundo se tivesse oportunidade?

Amém mais e odeiem menos! Só isso pode mudar o mundo! E fora Bolsonaro, claro!




Bye, Bye!

ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks