DESSERVIÇO AO CONSUMIDOR

Disponível na Netflix, "Desserviço ao consumidor" ( BROKEN em inglês) é uma série que nos faz questionamentos importantes, como repensar nossa forma de consumo.

Mas calma, eu não estou aqui para falar de entretenimento, mas sim do importante papel social que muitas vezes ele desenvolve.

E já no primeiro episódio o documentário nos choca, pois trata de uma parte sombria do mundo dos cosméticos.

Foto: divulgação da internet

Sabemos do crescimento deste segmento nos últimos anos e que atualmente move mais de 500 bilhões de dólares e nos próximos 5 anos deverá movimentar mais de 800 bilhões.

Devido a este "boom" exponencial e ao surgimento de influenciadores que tratam sobre o assunto, maquiagem e produtos de beleza se tornaram objeto de desejo, gerando um consumo desenfreado.


A série nos faz enxergar a importância de fazermos compras acertivas e conscientes, evitando com que sejamos enganados por falsificações.

Sabe aquela sensação de que você PRECISA ter aquele produto!? Seja por influência de alguém que fala sobre ele ou por algum site em que você leu várias resenhas?

A isto damos o nome de FOMO

( fear of missing out ), e é exatamente este sentimento que serve de gás para a indústria de cosméticos.


Foto: divulgação da internet

Maquiagens produzidas em laboratórios clandestinos, sem a menor infraestrutura, higiene ou regulamentação sanitária.

Em suas fórmulas, testes revelam bactérias, componentes carcinógenos, traços de urina, fezes e metais pesados - estes, em contato com a pele podem causar graves danos à saúde.

É preciso nos atentarmos ao foto de que, para um fabricante chegar a uma fórmula muito barata são feitas substituições sem qualquer responsabilidade.


Foto: divulgação da internet

Ainda neste episódio, uma consumidora relata que seus lábios ficaram seriamente grudados após a aplicação de um batom.

Testes acusaram o uso de uma cola de alta intensidade que nem deveria ser utilizada em cosméticos. Chocante né?

Mas saiba que consumindo em menor quantidade, de empresas sérias e de uma forma mais correta, você estará fazendo a sua parte e evitando este crescimento.

Você não precisa de tudo que a indústria lhe oferta e nem tudo é feito para você.


O "fast fashion" da beleza precisa parar. Afinal, maquiagem também é saúde.

Fique de olho e proteja-se.



Abraço

Raphael Lindeker

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
KatGrahamSite.png