Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

ENTREVISTA COM FELIPE CASAS



De anfitrião do carnaval no camarote allegria, a convidado vip para o baile da Vogue, Felipe Casas vem se tornando uns dos nomes mais comentados quando se fala de excelência ao produzir grandes eventos.


1) Um dos relações publicas mais badalados, vida social agitada, como tudo isso começou?


Felipe: Tudo começou ainda na faculdade, quando me tornei presidente de comissão da minha formatura. Eu ia em outras formaturas e achava muito brega, coxinha, combo, perrengue para pegar gelo, e eu queria mudar a minha formatura, fazer um baile super legal , super premium com show nacional.


Esse foi meu primeiro evento com open bar, show do Jamil com bebidas super premium, e a partir disso comecei a me conectar com vários formandos e organizar as festas da minha turma, tendo uma conexão real com essa linha de eventos.


Foto: Renata Kalkmann


2) As pessoas pensam que trabalhar com festas, celebridades é fácil, o que pode comprometer um evento? E o que pode salvar?


F: O que pode comprometer o evento é um não alinhamento, não coordenação, não organização. Graças a Deus eu sou uma pessoa que não consigo deitar a cabeça no travesseiro e dormir se não tiver organizado tudo bem cronologicamente amarrado.


O que pode salvar são as boas conexões, trabalhar com bons fornecedores profissionais de qualidade, custe o que custar, sempre estar ligado as melhores marcas, melhores produtores.


3) Em uma festa badalada, quais os convidados são indispensáveis, e qual o processo para criar a lista?


F: Para criar uma lista vai muito sobre o briefing , não existe uma fórmula ou lista perfeita, muito pelo contrario tem que entender o evento, o produto, o que vai tocar, entender a marca e assim conectar as pessoas, como se fosse um jogo de tabuleiro, uma chave aonde entendemos o briefing e ver o que da match, o que faz sentido.


Porque existe eventos, que são para influenciadores, público alvo, formadores de opinião, eventos de quem gosta de musica eletrônica , então não existe uma formula perfeita.


Foto: Renata Kalkmann


4) O que não pode faltar em um evento do Felipe?


F: Boa energia! porque quando eu sou anfitrião a partir do momento que estou recebendo as pessoas eu transmito a minha energia, tenho que estar conectado, muito feliz, alegre. Sendo assim uma consigo criar uma vibe muito legal, conexão real que eu sempre prezo nada forçado.


Pedro Sampaio e Felipe em sua festa de aniversario - Foto: Renata Kalkmann


5) Profissionalmente você vive organizando eventos, o que faz para descansar ou comemorar algo?


F: Eu tenho uma rotina toda organizada, eu treino todos os dias e meu treino é terapêutico, momentos com família e amigos verdadeiros que gostam e lutam por mim, me desconectar desse mundo de rede social fictício me faz descansar e ter energia.


6) Qual seu look básico para o dia a dia?


F: Calça jeans, uma camiseta legal da Osklen.

No inicio da semana eu opto em estar com looks mais confortáveis, porque a partir de quinta começa a correia, gel no cabelo e vamos embora.


Foto: Renata Kalkmann


7) O que é luxo para você?


F: Luxo pra mim é conexão real verdadeira. Hoje em dia não existe mais venda de mercado de luxo sem criar um verdadeiro relacionamento. As pessoas não compram só porque é tal marca, elas compram por conexões, network, relacionamentos e prestígio.


O luxo sem sombra de dúvida é ter ao seu redor pessoas ao seu redor pessoas que vão te dar forca para enfrentar Ns* coisas da sua vida, saber com quem você está a ao seu redor.


\Entrevista por Chris Preta.

Capa: Matheus Hooks.

Foto: Renata Kalkmann .


ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks