• Chris Preta Oliveira

ENTREVISTA COM O CHEFE HENRIQUE FOGAÇA

Rock`n´´Roll, motos, Tatuagem e panelas! Uma combinação de peso que define o Chef Henrique Fogaça. Exigência e padrão marcam seu dia a dia na cozinha, de restaurante à marca de roupas, o Chef é um exemplo pra quem busca empreender.

Fotógrafo: Anderson Macedo


1) Como a gastronomia entrou na sua vida?

A gastronomia entrou na minha vida a 20 anos atrás, eu sempre gostei muito de comer, trabalhava em banco e comia muito comida congelada. Um dia resolvi cozinhar pra mim mesmo, automaticamente eu liguei para minha vô e pedi uma receita, fiz e não parei de cozinhar. Então são aquelas coisas que a gente fala, já estava reservado no caminho da vida só bastou eu cozinhar, pegar gosto. Juntou a fome com a vontade de comer.



Fotógrafo: Anderson Macedo


2) Você é um dos nomes populares de reality show de gastronomia. O que o Master Chef representou na sua vida?

Sim, o Master Chef ajudou muito a dar essa disseminação nacional e internacional, porém quando eu comecei a fazer o Master Chefe eu já tinha o nome bem relevante na gastronomia então o Master Chef ampliou a minha profissão como cozinheiro/Restaurantes. É um programa muito legal que deu essa abertura pra muita gente se inspirar a mudar de profissão e seguir essa carreira que é tão bonita.


Fotógrafo: Anderson Macedo


3) Como você define gastronomia?

Uma gastronomia bem intuitiva, com foco em ingredientes nacionais, uno técnicas e ingredientes de outras culinárias e trago para nosso Brasil, um mix contemporâneo.


Fotógrafo: Anderson Macedo


4) O que vê de mais inovador atualmente na gastronomia?

Nesse momento não tem tanta inovação na gastronomia, já teve anos atrás. A culinária molecular, as espumas, esferas, defumados. Acho que estamos numa fase da gastronomia bem raiz , carnes, defumações, uma culinária mais raiz, não tem tanta firula como tinha antes, então comida pra comer.


Fotógrafo: Anderson Macedo - Thiago Molina e Henrique Fogaça.


5) Não param de crescer os restaurantes associados ao seu nome, tem algum projeto em mente para 2022?

Eu tenho os restaurantes Sal Grosso, Sal, Cão Veio, Jamile etc. O projeto é continuar o trabalho duro, com a barriga no fogão, com as pessoas certas na equipe. Porque é fácil abrir um restaurante o difícil é você manter ele com padrão durante 10, 15, 20 anos.


Instagram: Henrique Fogaça


Fotógrafo: Anderson Macedo @andersonmmacedo_ | @demmacedo Make: @evajabour_ Styling: @carolgoess Assessoria de comunicação: @hooks.magazine Special thanks: @flamt07 | @rest.kapposushi | @ratierclothing @ratierdedge | b.luxo

Colunista: Chris Preta


  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
KatGrahamSite.png