Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Especial de Natal em família com a Kelly Key para Hooks Magazine!




Créditos:

Styling @gajustyling

Make @gutomoraes_

Foto @luciolunaphoto

Assessoria: @connectcast



Kelly de Almeida Afonso Freitas, ou como todos nós conhecemos: Kelly Key!


Nascida em Jacarepaguá - RJ, cantora, compositora, dançarina, apresentadora, modelo, empresária e atriz, a bela ficou conhecida do grande público em 2000, quando explodiu nas rádios com "Baba-Baby", um hit que marcou toda uma geração.



Ah, e também acrescente na lista "musa fitness": Kelly hoje investe na alimentação saudável e em exercícios para cuidar do corpo, é mãe de Suzanna Freitas, Jaime Vitor e Artur e casada com Mico Freitas. E vamos combinar: beleza é o que não falta nessa família!



Atualmente vivendo em Portugal, nessa edição especial eles nos contam um pouco mais sobre como é a vida e as tradições de natal em família por lá!


1-Você é uma pessoa pública há muito tempo, bem antes dessa explosão da internet, sabemos que existe uma grande responsabilidade e cobrança nesse meio, como foi para você essa adaptação? E como é sua rotina diária? Você pratica algum tipo de meditação ou faz terapia para cuidar da saúde mental?



Não me sinto pressionada pelas redes sociais, eu faço e entrego o que acredito, o que gosto de fazer, me comunicar, passar algo positivo, falar sobre o meu universo.
Mas de uns 2 anos pra cá, faço a prática da Yoga e isso melhorou muito na minha rotina.


2-Que você é uma mulher e mãe incrível não há dúvida! Foi muito difícil conciliar a carreira com a maternidade? E o que ser mãe significa para você?



Na primeira gestação da Suzanna foi difícil conciliar depois que ela tinha 1 ano, quando comecei na música. Mas a todo momento que eu podia estar com ela, eu fazia de tudo para estar.. Nas outras duas gestações eu já estava com mais tempo pra mim, priorizei diminuir a quantidade de trabalho pra me dedicar mais a eles, e até hoje tem sido assim. Sou muito realizada como mãe e eles são a minha prioridade.


3-Natal é uma época de renovação, confraternização e celebração! E sabemos toda família tem sua tradição e peculiaridade, como vai ser o natal em família da Kelly Key?


Nosso natal este ano foi com a família toda em Portugal, na minha casa, e todos vestidos de pijama

Nossa tradição é sempre estarmos juntos à mesa com uma ceia tradicional.. fizemos também um amigo oculto.. Dessa vez eu me vesti de papai Noel e deixei o presente do Tuca na varanda.. ele viu o papai Noel de longe.. (risos) Adoramos essa magia que envolve o natal..



4-Quais as diferenças entre o natal de Portugal e Brasil? Aqui não pode faltar farofa e uva passa (risos) o que não pode faltar na mesa do natal em Portugal?


No nosso natal não pode faltar aquela mistura de farofa com maionese e frango.. comidas muito tradicionais.. mas aqui em Portugal o bacalhau e o vinho não podem faltar.. Amamos!

5-Qual a sensação ao olhar para trás e perceber toda trajetória linda e de sucesso que você trilhou até aqui? Sabendo que hoje você é uma grande inspiração para muitas pessoas.


Uma sensação de dever cumprido! Mas não de conclusão de missão, eu sinto que o que eu conquistei e o que me trouxe até aqui ainda pode me proporcionar muito mais e também não só a mim, mas ao meu público também. Então por isso que eu uso tanto as redes sociais, para compartilhar minha experiência com outras mulheres. E para mim aí está o grande lance sabe? O grande barato das coisas, quando eu consigo ser reconhecida por quem realmente eu sou! sabe? Através das redes sociais, não que há alguns anos atrás no inicio da minha carreira ou com a minha música eu não fosse eu mesma. Mas é bem diferente dos dias de hoje



6- E por último mas não menos importante: qual é a sua voz? O que você Kelly Key gostaria de gritar para o mundo se tivesse a oportunidade?


Nós estamos vivendo uma fase de tantas necessidades, eu tenho vontade de gritar tantas coisas para as pessoas que não seria justo escolher apenas uma. Mas eu acho que nós temos que agir mais conforme as nossas postagens, a gente adora postar coisas bonitas no Instagram para gerar like, comentários e para engajar, quando no fundo nós precisamos praticar as coisas que a gente vem postando na internet. E a gente cobra tanto os outros cobra tanto quem tá do lado, o próximo, e as vezes a gente esquece de olhar pra gente mesmo, para ver o que a gente está fazendo pelo outro. Então a gente tem que começar a olhar mais para nossas próprias ações.


Bye, bye!


ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks