Gabriela Versiani - Entrevista Exclusiva para a Hooks

Gabriela Versiani é modelo, atriz, influenciadora, além de ser um ícone da moda. Ela usa suas redes sociais para mostrar seu dia a dia no mundo fashion, dando dicas certeiras para seus seguidores.

Sabemos que a vida de uma influenciadora com 2,7 milhões de seguidores não deve ser nada parada, além de ter uma história por trás de todo glamour das redes sociais, então conversamos com a Gabriela e ela nos contou em entrevista como começou a trabalhar na mídia e mais, acompanhe aqui.


Todas as fotos pelo fotógrafo Ita Mazzutti @itamazzutti


1- Como você se define totalmente? (Profissional, pessoal, família)

Eu me descrevo como uma pessoa do mundo. Eu não tenho apego (a não ser com a minha família). Me jogo em tudo que eu faço, sou coração demais, me deixo guiar pelos meus sonhos e emoções, e faço acontecer, corro atrás do que eu quero.
Eu sou muito família, acho que é o bem mais precioso que a gente tem e eu valorizo muito isso. Mesmo morando muito longe de casa, tento sempre estar presente, sou muito grudada, eles são tudo pra mim.
Acho que a Gabriela Versiani é uma moleca, alegre, brincalhona, que acredita no melhor das pessoas e dá o seu melhor todo dia, gosto de viver a vida de um jeito muito leve, sou positiva e tento viver a vida muito intensamente.
Meu trabalho eu levo com muita leveza, antes do meu trabalho ser um trabalho, ele era meu hobbie, então é aquilo “faça o que você ama e você nunca vai precisar trabalhar”, é uma coisa que eu amo fazer, mas sou muito responsável e determinada.

2- Quando entendeu que o mundo midiático era para você? Sempre gostou de aparecer?

Eu sempre amei câmera, fotografar, via as novelas e era meu sonho estar ali. Comecei a postar coisas no instagram como hobbie e foi crescendo organicamente, para o que faço, o reconhecimento é muito importante porque é o que faz crescer mesmo a cada dia, mas faço meu trabalho, vou crescendo de pouquinho e pouquinho e sempre foi o que quis fazer.


3- Quais as maiores dificuldades em ser uma figura pública?

A maior dificuldade é que as pessoas as vezes acham que somos de ferro e nós somos um ser humano normal, nós erramos, fazemos cagadas. Por mais que eu tente separar a vida pessoal do profissional, é difícil as pessoas entenderem que temos dores, que a gente sofre, tá triste, que tem dia que é complicado... esse é o lado não tão bom assim.

4- Quais são as suas novidades profissionais? O contexto da pandemia mudou algum plano original? Como impactou seu trabalho?

Estão vindo muitas novidades e projetos especiais, estou muito feliz e cada vez mais realizada, tem muita coisa que quero construir ainda. A pandemia afetou todo mundo de alguma forma, o bom do meu trabalho é que muita coisa consigo produzir em casa, mas na pandemia precisei parar com as campanhas e fotos externas, mas graças a Deus muito do meu trabalho consigo fazer de casa.


5- Como lida com os comentários online? O que esse tipo de troca com os seguidores e internautas também te oferece de positivo?

Eu sempre tento ver mais as coisas positivas do que as ruins, até porque eu tento passar muito amor pros meus seguidores e tento ver só isso. Lógico que tem as criticas, antes eu me afetava muito mas hoje já sei lidar bem melhor, tem coisas que realmente magoam, mas hoje já consigo filtrar melhor e ver só as coisas boas mesmo.

Acompanhe a artista no Instagram