top of page
Open site navigation

Influencer Taisa Campos fala sobre Biomagnetismo

A terapia integrativa inovadora que melhora a saúde física e emocional


Fotos divulgação Press @taisacamposoficial


O Biomagnetismo ainda é um tema pouco comentado entre os brasileiros, mas os benefícios proporcionados por esta terapia integrativa inovadora merecem ser de conhecimento de todos. A técnica, desenvolvida pelo cientista mexicano Dr. Isaac Goiz Durán, há 31 anos, tem como pilar restabelecer a saúde do corpo humano, através de imãs biomagnéticos.


“Com o posicionamento de pares de ímãs biomagnéticos em zonas específicas do organismo, que se encontram em Ressonância Biomagnética, é possível proporcionar o estado equilibrado e balanceado da bioeletricidade, trazendo a saúde e o estado de bem estar psicoemocional e social”, explica Taisa Campos, coach e criadora do curso Ser Magnético.

Ela ressalta, no entanto, que o Biomagnetismo é uma terapia complementar e integrativa. “Ajuda na melhora da saúde física e emocional, mas não é milagrosa, e tampouco deve ser abandonado qualquer tratamento médico para focar somente na terapia. Com essa técnica simples e muito eficaz de auto aplicação, através de protocolos prontos, você terá a oportunidade de tratar inúmeras patologias, restabelecer seu equilíbrio, aumentar sua imunidade, e ter melhor qualidade de vida”, explica Taisa.


O Biomagnetismo começou a ser usado inicialmente pela Nasa. “Os astronautas, quando iam para as suas missões, eles voltavam com o sangue ácido, cheios de alergia, com problemas de estômago, imunidade baixa, e aí eles passavam por essa máquina magnética que equilibrava o PH do sangue do tecido e isso restabelecia o corpo dos astronautas”, diz a empresária e coach, que é Certificada de Access Consciousness.

Na prática, o Biomagnetismo funciona da seguinte forma: “Quando você coloca um imã na polaridade negativa em cima da hipófise, da pineal ou do fígado, por exemplo, você vai perceber que provoca um encurtamento das pernas. É um fenômeno! E com a polaridade positiva do par ressonântico, quando você a coloca em outro lugar, as pernas ficam iguais. Eu adoro fazer isso no presencial e mostrar como o corpo reage. O Biomagnetismo consegue fazer um rastreio do topo da cabeça até o dedão do pé para encontrar todas as disfunções do corpo. E com os imãs a gente consegue fazer o equilíbrio magnético do corpo, o que proporciona a oxigenação das células, do sangue, do corpo e elimina os microrganismos do corpo”, detalha Taisa Campos.

Por conta da pandemia de COVID-19, Taisa inovou e desenvolveu a Mesa Magnética para o atendimento com Biomagnetismo à distância. Criou também a técnica DAM Desativação e Ativação Magnética de pensamentos, sentimentos e emoções, visando promover equilíbrio emocional. A mineira, que atualmente reside em São Paulo, ainda coleciona mais de 4000 alunos formados em seus cursos, workshops e eventos presenciais e online.

O Biomagnetismo é uma técnica mundial. Algumas universidades estrangeiras possuem esse método na grade de aulas da medicina alternativa. Pelo SUS, inclusive, já é aprovado o atendimento com Biomagnetismo.



bottom of page