Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

Isabel Christina - Top model internacional em capa e entrevista exclusiva


Modelo: Isabel Christina

Fotografo: Glauber Bassi

Stylist: Naty Kuprian

Assistente: Milena Vitoria

Roupas: Versace


Isabel Christina Spessot Martinello é uma modelo internacional nascida em São Paulo (Brasil), tendo sua família, origem italiana e Portuguesa. Convidamos Isabel para uma entrevista exclusiva, onde ela conta que desde pequena tinha o sonho de ser modelo, assim como as “Angels” da Victoria’s Secret, e até treinava em casa com livros na cabeça, para melhorar a postura e o andar.



Isabel estudou história da arte antes de decidir se mudar para Europa aos 20 anos de idade. Já em Milão (Itália), ela se empenhou em estudar mais sobre moda e a carreira de modelo, tendo sua grande inspiração no universo da marca de luxo Versace.

Confira agora entrevista exclusiva com Isabel Christina.




1- Qual sua relação com a moda e beleza? Você sempre se imaginou fazendo parte desse universo?


Minha relação com a moda vem desde pequena pois eu sempre sonhei em ser modelo, até andava em casa com pilhas de livros na cabeça para treinar minha postura. Meu pai era italiano e também adorava moda, lembro- me do armário dele cheio de ternos de Pierre Cardin, Armani e Valentino. A primeira peça de um estilista italiano ganhei dele quando fazia viagens de trabalho para a Itália, uma camisa de Versace. Sempre foi meu sonho ser modelo, fazer parte do mundo da moda.



2- Você decidiu ir para Europa seguir seus sonhos, como foi para você se tornar uma modelo internacional?


Vir para a Europa atrás do meu sonho não foi nada fácil pois tive que estudar e também trabalhar para pagar meus estudos. Estudei moda e também história da arte que era meu outro sonho em Milano. Além de estudar tinha que participar dos castings onde requer muita disciplina e uma dieta a seguir. Em Paris muitas vezes me recusaram por não ser tão alta e por ter um pouco de curvas, queriam que eu entrasse no manequim 34 e eu sou 36, era impossível ou quase. Lidar com esse tipo de coisa não é fácil se você não tem uma cabeça boa gera frustração. Porém quando você quer alguma coisa é só acreditar, perseverar e as coisa se tornam realidade. Nunca jamais desisti, sempre lutei pelos meus sonhos.


3- Quais suas maiores inspirações na moda? Quem te inspirou a seguir a carreira de modelo?


Eu via os desfiles de Thierry Mugler e tudo aquilo me fascinava, aquelas linhas perfeitas com um toque de fetichismo ao mesmo tempo ressaltavam as silhuetas de modelos como Nadja Auermann, Linda Evagelista e Jerry Hall. E obviamente Gianni, Gianni Versace minha paixão. Versace era a junção perfeita da minha paixão pela moda, pela beleza e a arte greco-romana que eu sempre amei, juntamente com as tops Carla Bruni, Naomi Campbell, Kate Moss e Cindy Crawford, eu me identificava com aquele tipo de beleza que resultava as curvas e s feminidade de todas as mulheres. Assim eu encontrei minha inspiração perfeita. Não posso esquecer também das lindas modelos da Victoria’s Secret e as Angel’s ( daí meu apelido de Red Angel) Giselle Bundchen, Adriana Lima e Alessandra Ambrósio, todas de sangue misto brasileiro e europeu como eu claro.


4- Sabemos que você já faz um grande sucesso, mas conta para nós, quais seus próximos passos? Algum projeto que possa compartilhar com a Hooks?


Espero sinceramente que este ano seja um ano de novas conquistas para mim e que venham mais projetos, mais editoriais e campanhas por aí . Sou muito intensa e gosto de novos desafios , não consigo ficar parada. Não sei se toparia fazer um reality mas com certeza investiria em uma carreira de atriz, adoro cinema e séries, poder encarnar personagens diferentes , seria maravilhoso fazer algo de épico ou um personagem histórico também e um dos meus sonhos.


5- Quais foram as principais mudanças na sua vida desde a sua mudança para Europa?


Vivendo na Europa aprendi muitas coisas. Aprendi a ser totalmente independente com 18 anos, sem precisar da ajuda dos meus pais. Pude também aprimorar meu italiano que eu já falava desde criança com meus avós paternos italianos, e ainda aprendi várias outras línguas, pois falo francês e outros quatro idiomas no total, até romeno eu falo pois vivi também na Romênia. Aqui na Europa a gente aprende a dar valor a muitas coisas como a nossa família que está longe e viver cada momento apreciando coisas que parecem banais, olhando para monumentos e construções magníficas que eu só via em livros. Visitei muitos países além da Itália onde tenho minha base familiar, conheci a França, Inglaterra, Escócia, Portugal, Espanha, quase todos os países do leste europeu como Romênia, Croácia, Slovenia, Lituânia e também os países escandinavos. Amo viajar e conhecer novos, e penso que este é o maior privilégio que temos aqui na Europa, poder conhecer todos os países com facilidade pois basta um voo de duas ou três horas ou até mesmo uma viagem de trem. A cultura é algo impagável que enriquece a minha alma a cada dia e aqui nós temos sempre acesso a isso em qualquer lugar.


6- Uma frase que te defina ou inspire.

Sou fiel ao meu gosto pessoal pois aquilo que é realmente elegante nunca sai de moda




ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks