top of page

Larissa Rodrigues: Uma Jornada de Superação na Moda Internacional

‘MODEL’ COVER EDITION - NOVEMBER ISSUE

Model: Larissa Rodrigues - @larissacr11

Photographer: Atakan - @atakanakbaba

Style: @bahartmcnn

Design Director Hooks: Matheus Lopes - @mathlopes

Editor-In-Chief: Matheus Hooks - @directorhooks


Nossa edição especial deste mês da Hooks Magazine Internacional destaca uma figura extraordinária da indústria da moda, Larissa Rodrigues. Uma modelo internacional cuja jornada é uma inspiração para todos que desejam superar desafios e alcançar o sucesso.


A história de Larissa começa com um momento que a desafiou a acreditar em sua própria beleza. Aos 20 anos, após anos de ser considerada "o patinho feio" na escola, Larissa foi convidada por uma amiga para participar de um concurso de beleza, onde conquistou o 2º lugar. Esse momento a fez questionar sua autoestima e seu potencial.


No início de sua carreira, Larissa enfrentou o desafio de equilibrar seus estudos na faculdade com sua crescente carreira de modelo. Ela teve que tomar decisões difíceis e abrir mão de oportunidades de trabalho para priorizar sua educação, mas essa dedicação valeu a pena.


Larissa logo viu sua carreira decolar, participando de campanhas de cosméticos e vestuário de renome, chegando a ser destaque em uma campanha na revista Vogue.


Em 2020, Larissa deu mais um grande passo, mudando-se para a Itália. No entanto, essa transição não foi isenta de desafios. Ela teve que superar barreiras linguísticas e culturais. "A língua e a cultura eram os maiores desafios. Não falava italiano ou inglês, mas, com esforço, hoje falo fluentemente. A adaptação à cultura italiana, especialmente a gastronomia, também foi um desafio, mas com o tempo, consegui me ajustar", compartilhou Larissa.


Larissa Rodrigues é uma prova viva de que a determinação pode superar qualquer obstáculo. Sua jornada inspiradora a transformou em uma modelo procurada no mundo da moda, e seu talento a trouxe para capa da Hooks Magazine International.


Explore a entrevista completa com Larissa - edição 'MODEL' de novembro da Hooks Magazine Internacional:


1- Como foi a sua experiência ao participar do concurso de beleza aos 20 anos e ficar em 2º lugar? Isso influenciou sua decisão de se tornar modelo?


Eu fiquei emocionada, uma amiga havia me chamado para participar da seleção e fui selecionada. Porém, havia aquele pensamento: "Será que eu realmente sou bonita?" Pois durante anos fui considerada o patinho feio da escola. Quando me vi participando de um concurso de beleza, vi que eu tinha potencial. Nunca havia usado um salto, mas fui persistente. Ensaiei todos os dias e consegui o 2º lugar na época.
Teve bastante influência, pois são coligados os mundos. Durante anos, participei de vários concursos de beleza e tive várias propostas de trabalho na área da moda.

2- Como você equilibrou sua carreira de modelo com os estudos na faculdade no início? Quais foram os desafios que enfrentou nesse período?


No começo foi trabalhoso, pois tinha que dar prioridades aos estudos e perdi várias oportunidades de trabalho. Porém com o tempo consegui conciliar.

3- Quais foram os acontecimentos que a levaram a decidir se mudar para Goiânia? E como essa mudança impactou sua carreira como modelo?


Gosto de desafios, mesmo sendo uma canceriana. Eu estava perdendo muitas oportunidades de trabalho, pois morava em uma cidade pequena. Tinha que pegar um ônibus de Morrinhos para Gyn, eram 3 h de viagem. Eu decidi sair da minha zona de conforto e me mudei para Gyn, transferi o meu curso para um curso a distância e me mudei para Gyn. Foi a melhor escolha que eu fiz na minha vida, pois me transformei em uma pessoa independente.

4- Poderia compartilhar algumas experiências marcantes que teve durante os 2 anos que viveu em Goiânia, especialmente em relação a campanhas de cosméticos e vestuários?


Fiz diversas amizades que hoje estão comigo até hoje, verdadeiramente uma família onde havia apoio e muito amor, mesmo não tendo laços sanguíneos.
Todos os meus trabalhos que realizei foram marcantes, mas um específico me marcou. Foi quando me vi estampada em um comercial de cosméticos na revista Vogue. Eu fiquei muito emocionada e chorei muito.

5- O que a motivou a dar o próximo passo e se mudar para a Itália em 2020? Como foi a transição para uma carreira internacional?


Quando entrei no mundo da moda, eu já almejava ter uma carreira internacional. Porém, quando veio a decisão, veio a pandemia e eu tive que adiar. Depois de meses, surgiu novamente a oportunidade de me mudar para a Europa, e eu não hesitei. Foi complicado, pois não falava nada de italiano e inglês. A transição foi tranquila, porém senti falta da família e dos meus amigos.

6- Quais foram os maiores desafios que enfrentou ao começar sua carreira internacional na Itália? E como essas experiências moldaram sua trajetória como modelo?


O maior desafio para mim foi a língua e também a cultura, pois não falava nada de italiano e nem inglês. Foi um desafio, mas finalmente hoje falo fluentemente. Já na questão da cultura, principalmente gastronômica, pois já passei por vários problemas em pedir ketchup para colocar na pizza por exemplo. Não recomendo a ninguém que faça isso. Mas depois consegui me adaptar, pois os italianos são muito receptivos. Hoje sou uma mulher mais imponente, sei lidar com os não dá vida. Sou muito grata a essa oportunidade que eu tive e ainda tenho de conhecer o mundo, pois me enriqueceu culturalmente.

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
bottom of page