top of page

Mariah Fernandez: Uma Viagem Internacional nos Ritmos da Moda e da Música

“FRANCE” COVER EDITION - NOVEMBER ISSUE

Production: @milenavitoriaff

Design Director: @mathlopes


No cenário efervescente da moda e música, Mariah Fernandez emerge como o rosto da nossa edição "FRANCE" da Hooks Magazine Internacional de novembro. Originária de Minas Gerais, Brasil, sua jornada transita de uma cidade tranquila para os centros pulsantes de São Paulo e Paris, tecendo uma narrativa rica em resiliência e influências culturais.

Criada em uma família modesta, Mariah superou obstáculos para, aos 19 anos, trocar o interior de Minas por Paris. Inicialmente atraída pela profissão de cabeleireira, ela se deparou com a moda, iniciando uma trajetória de sucesso entre as capitais da moda. Sua identidade cultural moldou seu trabalho, destacando-se em cada passarela e estúdio de DJ.


Além de modelar, Mariah se aventura na música, buscando se tornar uma DJ especializada em techno house. Essa incursão, enraizada na paixão pela música eletrônica, a coloca no centro de uma cena vibrante e cheia de possibilidades.


Sua jornada na moda e na música converge em uma busca por expressão genuína, destacando-se como ícone nas baladas gays.

À medida que equilibra sua presença internacional entre São Paulo e Paris, Mariah vislumbra um futuro de refinamento constante e conexões valiosas. Essa dualidade entre moda e música se torna o palco onde ela continua a harmonizar sua trajetória de sucesso.



Conduzimos uma entrevista com Mariah, que você confere abaixo:


1. Como foi a transição de uma pequena cidade no interior de Minas Gerais para as movimentadas cidades de São Paulo e Paris, considerando sua carreira de modelo?


A minha infância foi uma fase repleta de desafios; originária de uma família com condições financeiras modestas, enfrentei obstáculos para concluir meus estudos. Contudo, a vontade de crescer e evoluir sempre foi uma força motriz em minha vida. Aos 19 anos, surgiu a oportunidade de deixar o interior de Minas e embarcar para Paris. Inicialmente, meu foco era a carreira de cabeleireira, o que me levou a trabalhar por alguns meses na cidade. Foi nesse contexto que me deparei com o fascinante universo da moda, uma descoberta que não apenas me encantou, mas que também se tornou o palco onde permaneço até os dias de hoje.

2. Pode compartilhar um pouco sobre sua jornada no mundo da moda e como a sua identidade cultural influencia seu trabalho?


Minha jornada é verdadeiramente intensa, uma constante alternância entre as cidades de Paris, Milão e Nova York a cada semana. Essa dinâmica agitada reflete diretamente no meu trabalho, e é fascinante perceber como a minha identidade cultural exerce uma influência marcante, proporcionando a oportunidade de me destacar em cada experiência.


3. Além de ser uma modelo de sucesso, sabemos que está se dedicando a se tornar uma DJ especializada em ritmo techno house. O que a inspirou a seguir esse caminho?


A inspiração para me tornar DJ tem raízes profundas em minha paixão pela música eletrônica e pelo ambiente festivo. A convivência com muitos amigos famosos na área certamente contribuiu para a solidificação dessa decisão, tornando uma jornada empolgante e cheia de possibilidades.

4. Como você equilibra a vida agitada entre modelo e as mesas de mixagem? Há alguma conexão entre sua carreira como modelo e aspirações na música?


A conexão entre as batidas eletrônicas nos desfiles e a minha sensação de poder é indescritível. Essa atmosfera única serve como constante fonte de inspiração, impulsionando meu trabalho e minha busca por uma expressão autêntica.


5. Como é para você ser uma presença notável nas baladas gays e como isso impacta sua abordagem como DJ?


Minha dedicação em me tornar uma DJ icônica se concentra especialmente em ganhar reconhecimento nas melhores baladas gays. Acredito sinceramente que esses locais oferecem o cenário ideal para proporcionar diversão autêntica e celebrar a rica diversidade que nos envolve. Neste momento, estou imersa nos estudos necessários para atingir esse ambicioso objetivo.

6. Quais são seus planos futuros, tanto na moda quanto na música, considerando a sua dualidade entre São Paulo e Paris?


Olhando para o futuro, vislumbro uma trajetória de constante aprimoramento nos estudos, além de estar ativamente envolvida na criação de contatos valiosos. Essas conexões são fundamentais para abrir portas e proporcionar oportunidades que impulsionem meu crescimento diário, permitindo o evoluir tanto na moda quanto na música de forma consistente e significativa.



1 comentario

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Obtuvo 5 de 5 estrellas.

Obrigado

Me gusta
bottom of page