Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

  • BM

Mastopexia com prótese: Dr. Germano Lima esclarece as dúvidas sobre o procedimento

Cirurgia funciona como um lifting das mamas

A mastopexia com prótese é uma cirurgia plástica das mamas indicada para reverter quadros de seios caídos e com flacidez excessiva. Desta forma, é possível elevar as mamas até a posição original e garantir um aspecto mais harmonioso e, junto, a elevação da autoestima da mulher.
A mastopexia com prótese, ou lifting das mamas, é a cirurgia mamária indicada para pacientes que tem flacidez e/ou queda das mamas associada à pouco preenchimento de tecido mamário”, explica o Dr. Germano Lima, cirurgião plástico, especialista em cirurgias do contorno corporal.
Como funciona a mastopexia com prótese?
Após a retirada da pele e o reposicionamento da aréola, é possível melhorar a flacidez e a queda das mamas. Com a inclusão do implante de silicone é possível melhorar a forma, a consistência, o volume e proporcionar maior preenchimento na região do colo”, esclarece.
A cirurgia tem se popularizado entre as mulheres que tiveram alterações no formato dos seios após amamentar. “É indicada principalmente para pacientes que por algum motivo, tiveram perda de volume mamário associado a flacidez”, ressalta Germano.
Fatores que podem causar a flacidez excessiva ou queda dos seios
O médico explica os fatores que podem causar a flacidez excessiva: “Mulheres que já passaram pelo processo de amamentação, por exemplo. Nesse caso, as mamas aumentam de volume durante a gestação e após o término da amamentação ocorre uma atrofia do tecido mamário. Então, este desajuste do conteúdo interno em relação à pele pode gerar a queda das mamas com flacidez”, explica.
Além disso, o processo de engordar e emagrecer, o conhecido “efeito sanfona”, também pode afetar a estrutura dos seios. “A pele não suporta o processo de engordar e emagrecer diversas vezes”, ressalta.
A mastopexia com prótese não tem nenhuma contraindicação, mas o Dr. Germano alerta que a cicatriz do procedimento é maior do que a causada por implante de prótese. “Algumas mulheres têm receio de que as cicatrizes atrapalhem. Por isto, a importância de uma consulta com cirurgião plástico especialista para esclarecer a forma, a posição e a extensão das cicatrizes, bem como alinhar as expectativas do resultado”.
Pós-operatório
A recuperação de um procedimento como a mastopexia com prótese pode variar de duas a três semanas. Além disso, a paciente precisa ter alguns cuidados no pós-cirúrgico. “É necessário o uso de um sutiã cirúrgico por um período de 30 a 60 dias, conforme a evolução da paciente. Com três semanas, já estão liberadas as atividades de vida diária e é possível retornar sua rotina de atividades físicas leves 30 a 45 dias após o procedimento Exercícios mais intensos são permitidos somente a partir de 60 dias”.
Dr. Germano destaca que a evolução em tecnologia e materiais cirúrgicos permitem que o processo de recuperação seja mais rápido e simples. “As técnicas e materiais evoluíram muito. Hoje utilizamos a cola cirúrgica, que auxilia no fechamento da pele e dá maior segurança, permitindo inclusive molhar as mamas durante o banho”.
Porém, a paciente ainda precisa ficar atenta a alguns tipos de esforços físicos. “O principal cuidado no pós-cirúrgico é em relação a levantar peso. Essa é a principal restrição”, alerta.

ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks