MILLENNIALS x GERAÇÃO Z


Você já deve ter reparado que nos últimos meses a expressão "cringe" virou um fenômeno na internet.

Do inglês "to cringe" , a palavra significa ENCOLHER-SE ( de medo, angústia ou algum sentimento negativo similar), mas tem sido utilizada como gíria pela "geração z" para denotar "vergonha alheia " ou algo neste sentido.

Ao longo da história sabemos que é inevitável o embate de gerações. Isso acontece porque toda a geração mais nova procura quebrar padrões estabelecidos pelas anteriores.

Eu vou mostrar as principais diferenças entre "millennials" e "z" e se você é da mesma idade que eu , vai ficar chocado com algumas das coisas que nos tornam "cringe".

MILLENNIALS OU GERAÇÃO Y.

Pessoas nascidas entre 1980 e 1994 ( eu estou aqui hahaha). Também são chamados de "geração do milênio" ou "geração da internet" e viveram a adolescência no final do século XX e início do século XXI.

Os millennials são caracterizados pelo uso da tecnologia, mesmo que esta sendo bem precária. Internet discada e lenta eram o terror desta geração, que hoje tem mas facilidade com smartphones e outros aparelhos eletrônicos.

GERAÇÃO Z

Também chamada de GEN Z, vem imediatamente após os millennials . Este o grupo de pessoas nascidas entre 1995 e 2010 e hoje estão entre o começo da adolescência e começo da vida adulta.

São chamados de "nativos digitais" porque nasceram em uma época onde a internet é conhecida em todo o planeta.

Agora que já sabemos quem é quem, podemos passar para a próxima fase (hahaha).

Veja o que a GERAÇÃO Z considera "vergonha alheia" nos MILLENNIALS.

. Gostar de café (NÃOOOOOO)

. Ser fã de Harry Potter

. Ser fã de Friends (CHOCADO)

. Usar calça Skinny ( OMG)

. Usar emojis nas mensagens

. Tomar café da manhã ( ATÉ AÍ OK)

. Pagar boleto (VIVE COMO?)

. Ouvir Rock ( NÃO SABEM O QUE É BOM)

. Usar o cabelo de lado (????)

. Assistir jornal (NO BRASIL DIFÍCIL MESMO)

Apesar do tom de brincadeira, essas diferenças ( que não são poucas) nos trazem questionamentos importantes. Toda nova geração trás consigo novas ideias e aprendizados. O debate vai muito além dos diferentes gostos por moda, estilo e entretenimento, a geração z chega propondo reflexões e mudanças em todos estes segmentos.

Os "Zs" são comunicativos, proativos, autodidatas e descolados. Possuem seu próprio estilo de vida e procuram aperfeiçoar o legado deixado pelas gerações anteriores.

São críticos,porém, mantêm a mente aberta para novas experiências e aprendizados.

Essa geração não compactua com rótulos e imposições. Valorizam a identidade fluída, respeitam e prezam pelas individualidades.

Para eles não há necessidade de gênero, classe ou idade e têm aversão a atitudes extremistas e polarizadas.

No mercado de consumo , as empresas estão tendo de se adaptar à esta nova realidade, pois essa geração além de muito consumista, exige um mercado mais inclusivo e com o qual se identificam.

Acreditam em um mundo melhor ,com direitos iguais. Lutam pela sustentabilidade e muitos são ativistas em alimentação orgânica e veganismo. É muita informação né!?

Devido à intimidade com meios tecnológicos e por estarem on-line boa parte do tempo, esta geração pode sofrer com algo que chamamos de : FOMO ( Fear of Missing Out), que nada mais é do que o medo de ficar desconectado. É como se estivessem perdendo algo importante enquanto estão off-line.

O que aprendemos com isso!?

Apesar de todas estas diferenças é necessário que tenhamos consciência de que não somos descartados quando surge uma nova geração.

A vida é um ciclo e cada fase possui sua beleza.

Você não precisa se adaptar à uma nova "ordem" para de sentir jovem. Por isso é importante saber quem você é e se respeitar. Saiba filtrar o que você pode aprender e o que nem deve tentar. E não esqueça: o "jovem" de hoje também será "cringe" amanhã.

AGORA DEIXA EU COLOCAR MINHA CALÇA SKINNY E TOMAR MEU CAFÉ, ASSISTINDO FRIENDS. RSRSRS.

Com emojis

Raphael Lindeker

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
KatGrahamSite.png