Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

PATRÍCIA RAMOS: e a força da mulher brasileira.


Créditos:

Karollayne mendes @kbmendes

Design: Matheus Ganchu


A carioca Patrícia Ramos com apenas 22 anos de idade já faz a diferença na vida de milhares de admiradoras, que diariamente recebem dose extra de autoestima, através de vídeos, fotos e fortes mensagens da criadora de conteúdo.


A jovem que esbanja atitude, força, beleza, e carisma conquistou a internet e se tornou referência na causa feminina. O bordão “Para com Isso” é sua marca registrada.


Natural de Duque de Caxias, Patrícia teve uma infância simples, mas seus pais sempre se esforçaram para lhe dar o mais importante: educação. Mesmo com pouca renda, economizavam dinheiro para que os filhos estudassem em colégios particulares. Patrícia era uma das poucas negras. Enfrentou o bullying e chorava por não entender por que era discriminada no ambiente escolar.


Baseado em tudo o que viveu, em 2018 produziu o primeiro vídeo sobre mulher negra e maquiagem. O áudio foi parar no TikTok e a “brincadeira” viralizou. Muitas mulheres passaram a mandar mensagem, agradecendo-a pela ajuda ao incentivar a aceitação e elevação própria com o vídeo.







Foi então que Patrícia via a internet como uma aliada a sua causa, e vem a usando desde então para deixar sua marca, e também fazer a diferença na vida das pessoas! Atualmente a bela acumula mais de 3,9M no TikTok e 3,2M no Instagram. Ou seja, somente nas das plataformas já são milhões de pessoas que tem suas vidas impactadas pela criadora de conteúdo.



Tivemos a oportunidade de entrevistar essa mulher mais que especial! Vem conosco!


1- Você fala muito sobre empoderamento feminino, e como ele impacta e transforma vidas! De onde surgiu sua inspiração para se posicionar?


Eu nunca fui uma pessoa de ter muitas referências sabe? Em relação a auto estima, a minha única inspiração sempre foi Deus. Uma das frases que eu disse para mim mesma quando eu tive uma conversa comigo mesmo a respeito de auto estima foi: "Patrícia, Deus não faz nada imperfeito" logo você é perfeita, você é maravilhosa, você é incrível então baseado nisso que eu conseguir me posicionar para ter a auto estima que tenho hoje.

2- Como você se sente sendo ouvida, e através de você muitas vidas sendo transformadas?


eu me sinto muito feliz, muito orgulhosa principalmente, eu sinto bastante também o peso da responsabilidade que isso carrega né? Mas eu fico muito feliz mesmo.

3- Além de empoderamento você inspira auto aceitação às suas seguidoras, antes disso foi preciso muita desconstrução para chegar até aqui! Como foi esse processo?


Foi um processo muito longo de desconstrução para mim por que eu cresci sofrendo muito bullying, e mito racismo, na escola meu ensino fundamental foi praticamente inteiro ouvindo comentários racistas! então para mim foi um processo muito longo, e começou a mudar em 2014 que foi quando eu mudei de cidade e mudei de colégio, eu fui para um colégio público e na anterior eu estudava em um colégio particular, onde a maioria dos alunos eram brancos e eu não tinha tantas referências negras, eu não tinha em quem me apoiar, eu não tinha tantos colegas negros, e eu fui para esse colégio onde a maioria eram pessoas negras, a maioria eram alunos negros, e na minha sala de aula tinham meninas de trança, meninas com cabelo crespo assumido e eu falei:


"caramba isso é uma referência para mim! Eu posso me aceitar! Eu posso deixar meu cabelo crespo da maneira que ele é".



Por que por muitos anos eu alisei meu cabelo justamente por conta do bullying, então tudo começou quando eu mudei de colégio, mas ainda assim foi um processo de aceitação muito grande, por que todos os dias eu passava maquiagem, para ir para escola, e eu me formei muito cedo, me formei com 16 anos, e eu comecei a reparar que mesmo depois que as aulas acabaram eu continuei passando maquiagem para ficar em casa, para quando eu passa-se pelo espelho do banheiro ou espelho do meu quarto e gostasse do que eu via. Então houve um dia em que eu acordei assim, foi um estalo que eu sofria muito com isso, e eu orava muito pedindo para que Deus tira-se esse sentimento de mim sabe? O sentimento de inferioridade, esse sentimento de autoestima baixa, isso de eu me sentir feia e inferior, e um belo dia eu acordei, e tive uma conversa comigo na frente do espelho e falei: " Olha Patrícia, Deus não faz nada imperfeito, e nada feio, você é perfeita linda e maravilhosa do jeito que você é! Você precisa entender isso! assuma quem você é assuma sua identidade! E foi quando tudo começou a mudar! A partir desse dia!

4- Sabemos que a internet pode ser muito nociva também, como você lida com o lado “ruim” críticas e haters?


Eu apenas ignoro! Eu prefiro focar nas pessoas que gostam do meu trabalho, que admiram meu conteúdo e produzir para elas! Servi-las de alguma forma! E é isso que importa para mim.

5- Como nasceu a Colleciton By Paty? Você sempre gostou de moda?


Sim! Sempre gostei de moda, sempre tive contato o com a moda feminina, por que minha mãe ela era faxineira de casa de família, e ela decidiu pedir as contas para viver da costura, da moda feminina. Então ela costurava varias roupas femininas, colocava em mim e eu ia para a igreja com as roupas que ela fazia, e as amigas dela a grande maioria, tinham filhas e elas perguntavam nossa de onde é essa roupa que a Patrícia está vestindo? E ela falava, fui eu quem fez, então ela começou a costurar para fora, ou seja eu fui o manequim vivo da minha minha mãe! E a Colleciton By Paty surgiu dessa paixão pela moda feminina, eu já tinha tentado empreender antes só que eu havia falido, então no finalzinho de 2020 eu comecei novamente só que dessa vez com a ajuda de pessoas pois eu não estava dando conta, eram muitos pedidos e eu tive que delegar funções, então eu chamei meu irmão Maicon, e também nessa época o Diogo se ofereceu para trabalhar com a gente, e foi uma benção assim o negócio disparou! Nós paramos um pouco na pandemia, tivemos um período de manutenção, mas voltamos com tudo, com direito a modelo, desfile, do jeito que eu sempre sonhei!


6- Sobre o processo de criação para uma nova coleção, como funciona?


O nome da loja é: Colleciton By Paty, justamente por ter um pouco de mim em cada peça, então eu não venderia nada que eu não usaria, o processo é basicamente assim, eu crio o modelo em minha mente, levo para a modelista, ela olha faz a modelagem e eu levo para a costureira, vesti gostei, eu levo para a produção para colocar no site ou então as vezes eu vejo um modelo na internet e penso poxa esse modelo é lindo, mas se tivesse isso o e isso de ajuste e retoque ficaria do jeito que eu usaria e repete o processo.

7- E por último mas não menos importante: qual é a sua voz? O que você gostaria de gritar para o mundo se tivesse oportunidade?


Eu gostaria de gritar que Jesus é bom demais, que ele cuida da gente! Que ele está conosco o tempo todo, 24 horas por dias! Que ele não descasa, que ele nos guarda e nos capacita, e é isso basta abrir sua boca e orar para ele que ele está sempre disponível para no ouvir! E é isso! Muito obrigada, beijos!


ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks