A evolução da moda na série WandaVision

WandaVison é uma minissérie americana criada pela Disney plus, baseada nos personagens da MARVEL COMICS Wanda Maximoff e Visão.

Não podemos deixar de notar o grande fenômeno mundial que ela se tornou, e além de explorar um novo universo da MARVEL também será um passeio pela história da moda americana década a década.

Podem ficar tranquilos este post é livre de spoilers, falaremos apenas sobre moda.

Episódio 1 - "Gravado ao vivo sem platéia"

A série inica na década de 1950 com Wanda e Visão recém casados e se mudando para a cidade de Westview.

Wanda aparece com vestidos rodados e acinturados típicos do pós guerra.



Na época os modelos mais simples são substituídos por certo glamour, camadas de tecidos, tecidos nobres cintura marcada e saia rodada.

A principal referência é o NEW LOOK criado por Christian Dior.

Não é atoa que a década de 50 foi o auge da alta costura nomes muito importantes deram início a suas carreiras nessa década.

Falamos de nomes de designers conhecidos tais como Cristobel Balenciaga, Hubert de Givenchy e Pierre Balmain.

Episódio 2- "Não mude de Canal"

Nesse novo episódio já avançamos de década. Estamos agora em 1960 e Wanda já aparece com visual repaginado, nossa protagonista agora está vestindo as famosas calças cigarrete.




Apesar das calças cigarrete terem se consagrado nessa década, ela originalmente surgiu no final dos anos 50.

A peça é um simbolo de emancipação feminina, as mulheres passaram a assumir outros papéis na sociedade além de serem donas de casa.

Também a moda colegial teve grande parte da influência em popularizar as calças cigarrete que se inspirou nas roupas esportivas e no visual Rock and Roll da época.

Esse foi um dos grandes passos para a democratização da moda.

Episódio 3- "Agora em cores"

E que coooores né meus amores? Eu particularmente sou fã da década de 1970.

As modelagens eram as mais variadas, por hora amplas como alguns dos looks usados por Wanda.



A década ficou marcada também por produções mais fluidas, vestidos de mangas longas com botas de cano alto.



Não podemos deixar de citar que em agosto de 1969, o espetacular festival de música WOODSTOCK reuniu mais de 400 mil pessoas na cidade de Bethel nos estados unidos.

Evento para celebrar a paz e o amor, protestar contra guerras e clamar por uma sociedade mais igualitária.

Esse que teve grande impacto cultural e em diversos setores até nos dias de hoje.

Tanto na moda quanto na música ainda percebemos muitas referências a essa década maravilhosa.

Episódio 4- "Interrompemos a programação"

Nesse episódio não temos novas referências por ainda se tratar do mesmo figurino, e nos próximos episódios veremos ainda o visual dos anos 80 e 90, mas qualquer coisa dita daqui pra frente trataria-se de spoiler.

O que também é muito legal pois abre espaço para um novo post falado sobre essas duas décadas. O que acham?

E ficando por aqui, minha percepção final sobre a evolução do figurino é a de um trabalho fantástico (e não era de se esperar menos) da equipe de direção de arte e figurinos. Todos os aspectos visuais e culturais de cada década estão perfeitamente representados nessa jornada.

Sem falar nas referências aos sitcoms que são sensacionais, mas também já é assunto para outro momento.

Deixo aqui meu beijo pra vocês e não deixem de acompanhar os próximos posts.

Bye Bye

Evely Oliveira.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
KatGrahamSite.png