Open site navigation

Kelly Key and Family

Kelly Key and Family

AVAVAV: the biggest drop ever!! Tearing down the traditional expression of footwear.




By: Evely Oliveira



The four-toed, viral monster shoe gets followed up in AVAVAV’s biggest drop ever!!

First, the image of Beate Karlsson’s four-toed shoes from hell became ubiquitous.

Now, a new line of creations is adding more fuel to the inferno. Inspired by hand walking, the drop is creating grotesque silhouettes – tearing down the traditional expression of footwear. It all started online. Unhinged computer-created wearables rendered in 3Dsoftware were photoshopped to real-life images. In retrospect, however, these virtual creations were mere hyperstitions – pushing the physical world of fashion to counteract – to live up to the new standards of personal expression. Simply put, the nostalgic recycling of the 70s, 80s, 90s fashion had to become a thing of the past. This is what inspires Beate Karlsson’s creative direction for AVAVAV, taking the new, hyperbolic, language of social media to her garments.


“We’re not in an early digital age anymore. Images today are accelerated between people, computers, and platforms at an unprecedented pace. What excites me, is to see these images become manifested in real life.” says Creative Director Beate Karlsson.

The new drop includes a giant hand-shaped boot called The Claw,

finger shoe. Matching to these giant platforms is the Favorite Coat, an oversize pastel coat with a huge clown-like collar. All pieces share the ethos - made with conscious production and without creative limits. The full collection can be found here: avavav.com Alongside dropping the actual collection, AV is also pushing its visual language. Videos of the claw-like shoes are given life in hyper-realistic animations and digital avatars are acting as models. The new customer is also given NFT backed ownership


over one-of-a-kind 3D shoes, sending shoe collections to the finder window.




1- With the launch of the new collection, Creative Director Beate Karlssom aims to push the physical world of fashion to counterbalance the virtual, so that we can live up to new standards of personal expression. The result is a collection that beautifully blends future and creativity. Where did the inspiration come from?
For every collection I try to design something new and different from what I feel I’ve already explored. So, to do this I try to liberate myself from methods that generate norms and fixed structures. As a result I’ve ended up working a lot with digital design - I feel there are very few borders to what is possible in the online world. So the pieces are inspired by bringing the possibilities of the virtual world into a physical collection.

2- The four-toed shoe line has become ubiquitous. Reformulated for each collection, it has been breaking standards and deconstructing the traditional concept of footwear. How does the creation process work? I usually start with just thinking and then I turn that thinking into sketches. If the sketches feels interesting enough to explore further I start making a first prototype. The Claw shoes for example started as an idea of “walking on your hands”.

process has on our planet. When you are aware of the sustainably destructive areas of the process you can try to minimize them, but it is a collective work that needs to be done. At AVAVAV, we are just trying to do our best and hopefully set and example or inspire other brands to try and be better. 4- Please tell us more about the new DROP, which includes a giant boot called THE CLAW! I definitely want to keep exploring 3D-modeling as an element in our future collection, mainly because I don’t want an idea to be stopped because of physical boundaries. I had fun making this collection and I hope other people have fun looking at it!

5- It was about time for the nostalgic "fashion recycling" routine of the last few decades to give way to new thoughts. And that's what Beate's AVAVAV believes in: a new hyperabolic language, from social media to clothing. How should a new generation of f3- In a world in constant evolution and growing problems with the environment, the fashion industry is considered one of the main responsible for pollution. In the midst of this crisis, several brands are waking up to the problem, in a recent search for more sustainability in their creation and production processes. What advice would AVAVAV give as one of the pioneers in the concept of sustainable fashion brands? Thank you, although I wouldn’t call us pioneers, but we are doing our best in the way that we think is reasonable. To me it all comes down to comon sense. We need to be able to continue creating, but we also need to wake up and understand what the effect of our ashion consumers face this new concept? I think we all need to be open and curious to the digital evolution of fashion!






 

AVAVAV: a maior queda de todos os tempos !! Destruindo a expressão tradicional do calçado.


Versão: Português


O sapato monstro viral de quatro dedos é seguido na maior queda de AVAVAV de todos os tempos Primeiro, a imagem dos sapatos de quatro dedos do inferno de Beate Karlsson tornou-se onipresente. Agora, um nova linha de criações está adicionando mais combustível ao inferno. Inspirado pelo caminhar com as mãos, a queda está criando silhuetas grotescas - destruindo a expressão tradicional do calçado. Tudo começou online. Vestíveis descomplicados criados por computador renderizados em software 3D foram photoshopped para imagens da vida real. Em retrospecto, no entanto, essas criações virtuais eram meras hiperstições - empurrando o mundo físico da moda para neutralizar - para viver de acordo com os novos padrões de expressão pessoal. Simplificando, a nostálgica reciclagem da moda dos anos 70, 80, 90 tinha que se tornar uma coisa do passado. Isso é o que inspira a direção criativa de Beate Karlsson para AVAVAV, levando a nova e hiperbólica linguagem da mídia social para suas roupas. “Não estamos mais no início da era digital. As imagens hoje são aceleradas entre as pessoas, computadores e plataformas em um ritmo sem precedentes. O que me excita é ver essas imagens se manifestar na vida real. ” diz a diretora de criação Beate Karlsson. A nova queda inclui uma bota gigante em forma de mão chamada The Claw,



sapato de dedo. Combinando com essas plataformas gigantes está o Favorite Coat, um casaco pastel de tamanho grande com uma enorme gola em forma de palhaço. Todas as peças compartilham o ethos - feitas com produção consciente e sem limites criativos. A coleção completa pode ser encontrada aqui: avavav.com

Além de abandonar a coleção real, a AV também está promovendo sua linguagem visual. Vídeos do

sapatos semelhantes a garras ganham vida em animações hiper-realistas e avatares digitais atuam como modelos. O novo cliente também recebe a propriedade apoiada por NFT sobre sapatos 3D únicos, enviando coleções de sapatos para a janela do localizador.



1- Com o lançamento da nova coleção, a Diretora de Criação Beate Karlssom pretende empurrar o mundo físico da moda para contrabalançar o virtual, para que possamos viver de acordo com novos padrões de expressão pessoal. O resultado é uma coleção que combina lindamente futuro e criatividade. De onde veio a inspiração?



Para cada coleção, tento projetar algo novo e diferente do que sinto que já explorei. Portanto, para isso procuro me libertar de métodos que geram normas e estruturas fixas. Como resultado, acabei trabalhando muito com design digital - sinto que há muito poucas fronteiras para o que é possível no mundo online. Assim, as peças são inspiradas em trazer as possibilidades do mundo virtual para uma coleção física.


2- A linha de calçados de quatro dedos se tornou onipresente. Reformulada a cada coleção, vem quebrando padrões e desconstruindo o conceito tradicional de calçados. Como funciona o processo de criação?



Normalmente começo apenas pensando e depois transformo esse pensamento em esboços. Se os esboços parecem interessantes o suficiente para explorar mais, eu começo a fazer um primeiro protótipo. Os sapatos Claw, por exemplo, começaram como uma ideia de “andar com as mãos”.


3- Num mundo em constante evolução e crescentes problemas com o meio ambiente, a indústria da moda é considerada uma das principais responsáveis ​​pela poluição. Em meio a essa crise, várias marcas estão acordando para o problema, em uma busca recente por mais sustentabilidade em seus processos de criação e produção. Que conselho a AVAVAV daria como uma das pioneiras no conceito de marcas de moda sustentáveis?



Obrigado, embora eu não nos chame de pioneiros, estamos fazendo o nosso melhor da maneira que consideramos razoável. Para mim, tudo se resume ao bom senso. Precisamos ser capazes de continuar criando, mas também precisamos acordar e entender o efeito do nosso processo em nosso planeta. Quando você está ciente das áreas sustentáveis ​​destrutivas do processo, pode tentar minimizá-las, mas é um trabalho coletivo que precisa ser feito. Na AVAVAV, estamos apenas tentando fazer o nosso melhor e, com sorte, dar o exemplo ou inspirar outras marcas a tentarem ser melhores.



4- Conte-nos mais sobre o novo DROP, que inclui uma bota gigante chamada THE CLAW!



Definitivamente, quero continuar explorando a modelagem 3D como um elemento em nossa coleção futura, principalmente porque não quero que uma ideia seja interrompida por causa de limites físicos. Eu me diverti fazendo essa coleção e espero que outras pessoas se divirtam olhando para ela!



5- Já era tempo de a nostálgica rotina de "reciclagem da moda" das últimas décadas dar lugar a novos pensamentos. E é nisso que o AVAVAV de Beate acredita: uma nova linguagem hiperabólica, das redes sociais às roupas. Como uma nova geração de consumidores de moda deve enfrentar esse novo conceito?



Acho que todos precisamos estar abertos e curiosos para a evolução digital da moda!



Estamos honrados em mais uma vez poder representar uma marca tão importante e revolucionária.


Espero que tenham gostado!!



Bye, Bye!!

ALL RIGHTS RESERVED

© 2022 by HOOKS MAGAZINE INTERNATIONAL LTDA.  Revista Hooks