Moda X Estilo - Hooks Magazine

“Mas se a moda fosse fácil, não teriam todos ótimas aparências?” Tim Gunn


É com essa frase de Tim Gunn (o consultor de imagem do programa “Project Runway”) que começo a matéria de hoje e ainda questiono você leitor com algumas perguntas?


•Já parou para pensar que a moda pode ser futilidade quando dela somos escravos, mas pode ser arte quando a usamos como forma de expressão?

•Que a escolha do look do dia, não precisa ser pautada por ela ser ou não uma tendência, mas sim, por combinar com você?

•Ao acordar e fazer uma simples combinação de cores e texturas, você está mostrando aos outros a sua forma de ver a vida?

•Já parou para pensar que a moda pode ser uma forma de acentuar sua individualidade e não de uniformizar pessoas?

•Já parou para pensar que moda é, acima de tudo, beleza? Um jeito bonito de viver? É fantasia no meio do cotidiano? É transcender a utilidade da roupa. É a oportunidade de ser novo a cada dia, e ao mesmo tempo, ser mais você?


Mas então qual a diferença entre moda e estilo?

A moda é o reflexo da cultura do momento, são tendências que vem e vão embora, ou seja, é algo efêmero, passageiro. Moda é um fenômeno coletivo. Estilo vai muito além da aparência, não é só o que você veste, é sua identidade, reflete sua história, sua personalidade, a maneira como você vive, as escolhas que faz, suas atitudes, o seu gosto. Tem a ver com autenticidade, com vestir aquilo que faz você se sentir bem e não com a moda, ou seja, tendências. Estilo é um fenômeno individual.


Estilo é expressão. E quem decide como se mostrar ao mundo somos nós, todos os dias, ao acordarmos e abrirmos o armário. Por isso, vista-se de acordo com sua essência e use a moda como uma ferramenta de autoconhecimento.


“Conheça a ti mesmo e então